ruído branco

Wow_signal

contato é um dos meus filmes preferidos – e também um dos livros que levaria a uma ilha deserta. nele, somos levados a crer que, se não comum, a captação de ondas de rádio interplanetárias é até… simples. na vida real, comunicar-se com exoplanetas ainda é uma utopia. receber um sinal do além exige, além, claro, de planetas habitáveis, vidas em condições tecnológicas semelhantes e interesse mútuo em estabelecer comunicação. em ambos os mundos, os telescópios precisam estar milimetricamente posicionados e ativos no momento que a onda de fora aparecer. receber uma mensagem de rádio do universo é, por ausência de outro termo, um milagre. e ainda assim aconteceu. em 15 de agosto de 1977, o astrônomo jerry r. ehman interceptou um sinal extraterrestre de 72 segundos, tão forte que sua intensidade saía da escala. o evento ficou conhecido como “sinal uau“, em referência ao que o cientista escrevera na papeleta de notas. e o que isso significa? nada. após permanecer o suficiente para se tornar registro, o sinal se dissipou – e até hoje não sabemos ao certo sua origem, motivo, significado, autores. este fato comprova o quanto é preciso estar atento. sinais uau são belos e sutis, porém marcantes e extremamente passageiros. são raros, lendas, mas existem. depois que se vão, deixam-nos a mudez do infinito escuro, o ordinário calado do universo. mas os telescópios continuam apontados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s